Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Esportes

Jovem buziana se torna faixa preta de jiu-jitsu e fala dos desafios superados

A lutadora de jiu-jitsu, Victória Borba, se tornou a 1° mulher faixa preta da equipe Checkmat Baixinho. Ela é moradora do bairro Rasa, nascida e criada em Armação dos Búzios.

Aos 22 anos, Victória contou sobre a experiência nas artes marciais e como o esporte foi importante para a mudança na vida dela.

“Eu comecei a treinar com 15 anos lá no antigo Bem-te-vi e me apaixonei pelo jiu-jitsu. Nessa época eu tinha acabado de ter minha filha, que hoje tem 8 anos. Eu, aos 15 anos, era uma mãe adolescente meio sem rumo na vida, mas conheci o esporte e comecei a treinar”, recorda.

A partir dos 18 anos, Victória passou a se dedicar ainda mais ao esporte e as oportunidades de evoluir como atleta começaram a surgir. Foi nesse período que ela passou a se dedicar 100% ao jiu-jitsu.

Em meio às dificuldades, como machismo, preconceito no esporte e também na situação financeira, Victória serve como exemplo para as meninas seguirem o os próprios sonhos.

“Eu escuto muitas besteiras, vindo tanto de mulher quanto de homem, que luta não é para mulher, que eu deveria procurar uma outra coisa feminina. Mas eu mostro o meu talento para continuar alcançando todos os meus objetivos”, garante.

E para finalizar, a mensagem que Victória Borba costuma passar é que, na vida, “as pessoas podem sonhar qualquer coisa, correndo atrás e buscando alcançar os objetivos. Só assim que, algum dia, esse sonho pode se tornar realidade”.

Por Pier Luro.

%d blogueiros gostam disto: