Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Saúde | Educação

Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos vítima da Covid-19

O ator Gésio Amadeu morreu nesta quarta-feira (5) aos 73 anos, em São Paulo, vítima do coronavírus. A informação foi divulgada pelo filho dele, Mario Amadeu, pelas redes sociais.

O ator estava internado desde o dia 23 de junho no Hospital Sancta Maggiore, na Mooca, Zona Leste de São Paulo. Em nota, o hospital afirmou que Amadeu faleceu nesta tarde em decorrência de falência múltipla de órgãos.

Amadeu atuou em várias novelas da Globo, como na primeira e segunda versão de “Sinhá Moça”, “Renascer” e “A Viagem”. Também atuou na série infantil “Sítio do Pica Pau Amarelo” e ficou muito conhecido por interpretar o cozinheiro chefe Chico de “Chiquititas”, no SBT.

Em junho, o filho Mario Amadeu publicou um relato no Facebook no qual afirma que a suspeita é que o pai tenha contraído a Covid-19 após ser internado em outro hospital com a pressão alta.

“Meu pai, o ator Gesio Amadeu, no dia 24 de maio, foi a um primeiro hospital para realizar exames pois estava com a pressão alta fazia dias. Como a pressão não abaixava, por determinação médica, ele foi internado. Ele ficou 8 dias na UTI e provavelmente lá ele contraiu Covid. Foi na UTI deste primeiro hospital que meu pai teve febre a primeira vez. Ele teve alta e foi para um quarto, aí eu comecei a acompanhar o meu velho. […] Dia 8 de junho ele saiu deste primeiro hospital e foi para o Sancta Maggiore. A essa altura o pulmão do meu pai já estava bem mais comprometido.”

Após Gésio precisar de uma transfusão, a família iniciou uma campanha nas redes sociais para doação de sangue e vários artistas aderiram. Os estoques de sangue tiveram queda histórica em São Paulo durante a pandemia, já que o isolamento social diminuiu o número de doadores.


Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: