Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Cidade Política Saúde | Educação

Justiça determina que Búzios siga série de medidas de combate ao Covid-19

A Justiça determinou que a Prefeitura de Búzios siga uma série de obrigações relacionadas ao combate e prevenção ao Covid-19. A decisão foi publicada no domingo (31) pela 2° Vara Civil, após pedido da Defensoria Pública.

Se o munícipio não cumprir as determinações, a Justiça prevê multas que variam entre R$ 50 mil a até R$ 200 mil.

Ao todo, são doze serviços que deverão ser entregues para os munícipes e profissionais da saúde e segurança. Até o momenti, a cidade registra 100 casos de Coronavírus e uma morte pela doença, segundo dados da Prefeitura.

Entre as determinações estão:

  1. Proteger os profissionais de saúde e realizar testagem rápida. Prazo de 5 dias, o descumprimento pode gerar multa de R$ 100 mil.
  2. Fornecer alojamento para os profissionais de saúde para que eles não contaminem outras pessoas e suas famílias. Prazo de 5 dias. O descumprimento pode gerar multa de R$ 50 mil.
  3. Aquisição de equipamentos de proteção individual (EPI). Prazo de 5 dias. O descumprimento pode gerar multa de R$ 100 mil.
  4. Contratação de profissionais pelo período de 180 dias. Prazo de 30 dias. O descumprimento pode gerar multa de R$ 100 mil.
  5. Aumentar os números de leitos nas unidades. Prazo de 10 dias. O descumprimento pode gerar multa de R$ 100 mil.
  6. Implantação do Centro de Triagem. Prazo de 10 dias. O descumprimento pode gerar multa de R$ 100 mil.
  7. Transformação gradativa do pronto-socorro em hospital no bairro Rasa, o mais populoso da cidade. Prazo de transformação 15 dias, para entrega em 60 dias. Multa pode chegar a R$ 200 mil.
  8. Proteger profissionais da segurança como Guarda Municipal e policiais civis e militares. Prazo de 5 dias ou multa de R$ 100 mil.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: