Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Geral

EUA registram o maior número mundial de mortes em um só dia por coronavírus

País teve 1.169 óbitos nas últimas 24 horas, de acordo com contagem realizada pela Universidade Johns Hopkins; quase 6 mil pessoas morreram no país

Carro de funerária perto de um caminhão refrigerado onde estão os corpos de algumas das vítimas da Covid-19 em Nova York Foto: ANGELA WEISS / AFP
Carro de funerária perto de um caminhão refrigerado onde estão os corpos de algumas das vítimas da Covid-19 em Nova York Foto: ANGELA WEISS / AFP

WASHINGTON — Os EUA registraram o maior número diário de mortes ligadas à Covid-19 desde o início da pandemia da doença, no ano passado. De acordo com os números oda Universidade Johns Hopkins, 1.169 pessoas morreram entre as 20h30 de quarta-feira e as 21h30 de quinta-feira, mais do que qualquer outro país do mundo.

Até agora, o maior número de óbitos em um só dia havia ocorrido no dia 27 de março, na Itália, quando morreram 969 pessoas. Segundo a Johns Hopkins, o número de mortos nos EUA se aproxima dos 6 mil.

A maior parte dos cerca de 245 mil casos no país se concentra nos estados de Nova York e Nova Jersey, onde os hospitais já estão sobrecarregados e as autoridades tentam disponibilizar novos leitos em hospitais de campanha montados em centros de convenções e até no Central Park. Um navio-hospital, o USNS Comfort, está no porto de Nova York e disponibilizará mil leitos para pacientes internados por outros motivos.

Durante a entrevista coletiva diária do presidente Donald Trump e da força-tarefa, na Casa Branca, as autoridades afirmaram que podem expandir a oferta de leitos e equipamentos para o tratamento de novos casos — segundo estimativas, as próximas três semanas devem ser marcadas por um aumento exponencial das infecções, o que levou ao governo federal a emitir recomendações sobre distanciamento social, agora válidas até o fim de abril.

— Sabemos o que fazer, não temos uma vacina ou um tratamento, mas sabemos o que precisa ser feito, são nossas comunidades, cada um precisa fazer sua parte — afirmou uma das coordenadoras da força-tarefa do governo federal para a pandemia, Deborah Birx.

As projeções usadas pela Casa Branca apontam para entre 100 mil e 240 mil mortos pela Covid-19 no país, isso se o país seguir as recomendações do governo. Se nada fosse feito, o número de óbitos poderia passar de dois milhões.

Fonte: O Globo

%d blogueiros gostam disto: