Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Cultura

Escritora de Cabo Frio, RJ, conta histórias para crianças pela internet durante confinamento pelo coronavírus

Objetivo de Jaqueline Brum é deixar o momento um pouco mais divertido para as crianças. Histórias serão contadas todos os dias às 17h.

Escritora cabo-friense vai contar histórias para crianças pela internet durante confinamento devido ao novo coronavírus — Foto: Jaqueline Brum/Arquivo pessoal
Escritora cabo-friense vai contar histórias para crianças pela internet durante confinamento devido ao novo coronavírus — Foto: Jaqueline Brum/Arquivo pessoal

A escritora, professora e contadora de histórias Jaqueline Brum, de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, elaborou um projeto para levar às crianças um pouco mais de alegria e literatura durante o período de confinamento por conta do novo coronavírus.

Jaqueline, que é escritora do livro infantil “O Reino das Palavras Encantadas”, vai contar histórias pela internet todos os dias às 17h. Ela contou ao G1 que o objetivo é deixar esse momento de confinamento um pouco mais divertido.

“Como as aulas foram suspensas por conta do coronavírus, as crianças precisam ficar em casa. É difícil porque criança gosta de brincar. É o momento dos pais, ou quem toma conta das crianças, terem artifícios para que elas fiquem bem em casa”, disse a professora.

A escritora reforçou que existe preocupação dos pais com o que as crianças estão consumindo na internet e as histórias podem ajudar nesse momento.

“A ideia é produzir conteúdo de qualidade através do mundo mágico e encantado das histórias. Todos os dias, às 17h, eu vou postar no Youtube e Facebook. A princípio não vou fazer ao vivo porque às vezes a conexão trava. Eu estou gravando as histórias e disponibilizando”, completou Jaqueline.

Escritora e contadora de histórias Jaqueline Brum tem projetos culturais em Cabo Frio, no RJ — Foto: Jaqueline Brum/Arquivo Pessoal

Escritora e contadora de histórias Jaqueline Brum tem projetos culturais em Cabo Frio, no RJ — Foto: Jaqueline Brum/Arquivo Pessoal

Nesta sexta-feira (20) é o dia do contador de história. Jaqueline disse que o projeto vai continuar enquanto durar o período de confinamento.

“Se ficar um mês, dois meses, três meses, eu vou contar história todos os dias e produzindo esse conteúdo”, afirmou a escritora.

Jaqueline ressaltou ainda que este é o momento de usar a tecnologia para aproximar as pessoas.

“Confinamento sim, distanciamento não. Aproximar enriquecendo com cultura, literatura e alegria, que é o que a criança gosta. As histórias são pra crianças de todas as idades, é pra todo mundo”, disse Jaqueline.

A escritora cabo-friense atua na cidade com alguns projetos culturais, entre eles o projeto “Sarauzinho”, que busca despertar talentos infantis na contação de histórias, recitação de poemas e outras formas de arte.

“Estou em contato com pais de algumas crianças pedindo que gravem os pequenos em casa em um momento cantando, dançando, recitando um poema, ilustrando um desenho. E eu vou divulgar para incentivar outras crianças a ficarem em casa com atividades produtivas e prazerosas”, concluiu Jaqueline.

A primeira história foi disponibilizada nesta quarta-feira (18) e pode ser acessada pelas redes sociais da escritora.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: