Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Esportes

Após quarentena no Peru, atletas da seleção brasileira de muay thai poderão retornar ao Brasil

Ministério de Relações Exteriores informou que voos especiais serão realizados nesta sexta-feira (20) para buscar a equipe. Jovens da Região dos Lagos e Região Serrana do Rio foram representar o Brasil no Pan-Americano que foi cancelado por conta da pandemia de coronavírus.

Seleção brasileira de Muay Thai poderá voltar ao Brasil depois de quarentena no Peru

Seleção brasileira de Muay Thai poderá voltar ao Brasil depois de quarentena no Peru

Com o fechamento das fronteiras de alguns países para conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Federação Brasileira de Muay Thai, que é composta por seis atletas da Região dos Lagos do Rio, está presa em Lima, no Peru.

A equipe ficou em quarentena no Peru depois que o Pan-Americano de Muay Thai foi cancelado. O evento seria disputado entre os dias 16 e 22 de março.

O Ministério de Relações Exteriores informou ao G1 que conseguiu, junto ao governo peruano e companhias aéreas, a realização de voos especiais para Lima, nesta sexta-feira (20).

Os atletas estão em Lima desde o dia 12 deste mês.

Dois dias depois de chegarem ao país, receberam a informação de que o evento tinha sido cancelado e, no dia seguinte, todos os aeroportos e fronteiras foram fechados.

Eles relataram que o preço dos alimentos por lá aumentou, mas que não estavam faltando alimentos nos supermercados e que não estão passando por nenhum tipo de dificuldade além de não poder voltar para casa.

Seleção brasileira de muay thai em Lima — Foto:  Arquivo pessoal

Seleção brasileira de muay thai em Lima — Foto: Arquivo pessoal

A equipe é composta por cinco atletas e um técnico. Quatro pessoas de Araruama: Leila Maria, Shaylana Cecília, João Pedro e o técnico Álvaro Gama. Os outros integrantes são Isaque Ramos, de Casimiro de Abreu; e Douglas Magno, de Petrópolis.

Mônica Gonçalves é mãe do atleta Douglas Magno e relatou para ao G1 a aflição em ter seu filho preso em outro país.

“Nós, pais, estamos aqui desesperados. Não podemos ajudar e não sabemos o que fazer. A saudade é muito grande”, disse a mãe do atleta.

Essa saudade está prestes a ser solucionada, mas vale lembrar que o maior gesto de amor e carinho por enquanto é evitar contatos físicos.

O Ministério de Relações exteriores informou que, por meio das Embaixadas e Consulados no exterior, estão trabalhando com total prioridade para viabilizar, em coordenação com outros governos e, quando necessário com as companhias aéreas, o retorno ao Brasil dos viajantes brasileiros que enfrentam dificuldades em países estrangeiros por restrições ligadas ao coronavírus.

Sobre o caso específico do Peru, o Governo informou que o Ministério de Relações Exteriores, Ministério do Turismo e da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) junto ao governo peruano e companhias aéreas, vão realizar voos especiais a Lima, nesta sexta-feira, para que brasileiros que se encontram retidos no Peru em decorrência do surto de coronavírus, possam voltar para suas casas.

DELEGAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE MUAY THAI EM LIMA:

  • Álvaro Ferdinando Pinho Gama, 43 anos, treinador
  • João Pedro Cardoso da Silva, 17 anos
  • Shaylana Cecília Carvalho da Silva, 16 anos
  • Leila Maria Cardoso da Silva, 20 anos
  • Isaque Higor da Silva Ramos, 22 anos
  • Douglas Magno Gonçalves Vieira, 27 anos

Fonte: O Globo

%d blogueiros gostam disto: