Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Cidade

Câmara de Búzios aprova crédito suplemetar de 14 milhões pedido pelo prefeito

Por seis votos a um a Câmara de Vereadores de Búzios aprovou, em duas sessões, nesta quinta-feira (24), a autorização ao executivo de crédito adicional suplementar totalizando cerca de R$ 14 milhões.

De acordo com o poder executivo da cidade, sem esse dinheiro não seria posível realizar o pagamento dos servidores. Entretanto, durante a sessão, alguns vereadores disseram que, provavalmente, outra votação de crédito ocorrerá, para o pagamento de dezembro, uma vez que esses 14 mihões não são suficientes para para os salários do mês de dezembro e o décimo terceiro dos servidores.

O pedido do prefeito Henrique Gomes (PSDB) estava na Casa há cerca de um mês e foi objeto de grande polêmica. Os projetos de Lei encaminhados pelo chefe do executivo foram com os valores (aproximados) de R$ 3,5 milhões, R$ 3,3 milhões e o terceiro – cujo texto teve que ser modificado e entrou em votação novamente, à tarde, em sessão extraordinária, no valor de R$ 7,797 milhões.

Apenas a vereadora Gladys Nunes (PROS) votou contra. Na sessão ela sugeriu que a matéria fosse votada na próxima terça (29). “Temos que estudar isso pra votar consciente na semana que vem. Vamos votar de venda nos olhos? É uma responsabilidade muito grande”, disse. Mas foi voto vencido. Os vereadores Josué e Miguel Pereira não compareceram à sessão extraordinária, quando ocorreu a votação; mais cedo, Miguel já havia dito que era contrário ao pedido. A presidente da Casa, vereadora Joice Costa (PP) não vota, a não ser no caso de empate.

%d blogueiros gostam disto: