Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Esportes

Atleta morador do cruzeiro do Rasa conquista primeiro lugar no pódio de Jiu-Jitsu em Rio das Ostras

Andre Ygor Pereira de Brito, de apenas 21 anos de idade, conquistou o primeiro lugar como lutador de Jiu-Jitsu na Taça Rio das Ostras que foi disputada na última segunda-feira (14). O atleta que é faixa marrom há quase um ano e luta na categoria até 82,300 kg, também é dono de inúmeras medalhas que foram exibidas hoje na entrevista que ele concedeu ao Folha de Búzios na 53ª Edição do Café Buziano.

Atualmente André Ygor conta com os apoios da academia Workout Búzios e o professor Alvaro, além do patrocínio de um amigo que é o Cláudio Pereira (mais conhecido como Navau). André está em busca de apoio para continuar conquistando pódios e trazendo mais orgulho para Búzios. O telefone para possíveis parcerias é o (22) 99807-7644. Ele é aluno do professor Igor Rodriques, o baixinho, como é mais conhecido.

A Taça Rio das Ostras de Jiu Jitsu – Trófeu Mestre Hermes Ciardulli, organizada pela Federação de Jiu Jitsu Desportivo do Rio de Janeiro, reuniu cerca de 500 atletas de mais de 40 equipes de toda a região, de todas as faixas e idades.

De acordo com o presidente da Federação, Rogério Gavazza, o evento é uma forma de divulgar o esporte no interior do Estado. “Montamos uma estrutura profissional que visa valorizar os atletas da região e facilitar as equipes do interior que têm dificuldade de deslocar para grandes centros para participar de eventos de alto nível. Além disso, é uma forma de dar visibilidade aos atletas”, explicou o presidente.

A etapa Rio das Ostras do Circuito Rio Mineirinho foi prestigiada por atletas renomados que já participaram, inclusive, de eventos internacionais como o UFC. Carlão Barreto, que também é diretor técnico da Federação, destacou que essas competições são de suma importância porque mostram o crescimento do Jiu Jitsu em todo o Rio de Janeiro. “Essa é uma forma de fomentar o esporte para todos, aumentando o número de adeptos da modalidade, e de mostrar a evolução técnica dos praticantes”, explicou.

Talita Bernardo, outra atleta consagrada que também já subiu ao octógono do UFC, destacou que a região precisa de eventos com essa estrutura profissional. “A qualidade e organização do evento estimulam jovens e adultos a continuar a prática do esporte. Também é uma forma de peneirar talentos do interior do Estado”, declarou.

%d blogueiros gostam disto: