Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Cidade

Hoje (12/07), o Folha de Búzios completa, oficialmente, sete anos de existência

Gostaríamos de dividir com a população, que é a maior responsável pelo nosso sucesso e nosso alcance, essa data tão especial.

“No início, percebemos a necessidade de nossa cidade ter voz, poder contar suas histórias, suas lutas e, principalmente, poder cobrar”, diz o diretor do Folha, Bebeto Karolla.

Isso mesmo, o Folha de Búzios tem em sua essência estar ao lado da população mostrando a verdade e cobrando os direitos da nossa gente. Foi no ORKUT que o jornal nasceu e com o surgimento do Facebook, ganhou seu primeiro perfil com o nome “O Camboim”.

Para quem não sabe, o nome camboim é de uma fruta comum no balneário. Dela é possível fabricar ótimas bebidas, como licor e cachaça, por exemplo. Somente depois de um tempo é que o nome Folha de Búzios passou a ser usado. Esse nome era originalmente de propriedade do saudoso Marcos Cândido, esposo de Maria Alice Gomes de Sá, que já foi professora do Bebeto. O nome antes era usado por eles pelos anos de 1985. No local onde foram construídos os prédios do Fórum e da Prefeitura, havia muitos pés de camboim.

Em julho de 2012, o Folha de Búzios passou a ser um jornal impresso funcionou por 4 anos, mas como diversos veículos de comunicação, precisou migrar para o meio digital e, desde então, todo o conteúdo do jornal fica acessível à população mediante suas plataformas digitais.

Nesses sete anos, muitas pessoas passaram pelo jornal, mas o rosto que nunca saiu de cena foi o de Bebeto Karolla, que junto com outros parceiros, fundou o jornal.

“Nossa, nesses sete anos muitos nomes marcaram a história do Folha. Eu tive o prazer de trabalhar com uma galera muito competente que, assim como eu, deu o melhor para o Folha de Búzios. Zilma Cabral, Sara Guimarães, Carlos Tavares, Gustavo Garcia, Janayna Teixeira, Thiago Amarante, Jean Felipe, Eduardo Valente, Eduardo Carvalho, dentre outros. Hoje eu tenho apoio da jornalista Paula Pereira e da produtora Sheyla Corrêa que me ajudam com a demanda do Jornal, porque é muita coisa para uma pessoa só. O Folha de Búzios cresceu muito”, disse Bebeto.

Bebeto Karolla também fez questão de destacar o principal apoio que recebe: o da população. De acordo com ele, são as pessoas que acompanham o jornal as responsáveis pela maioria do conteúdo que é passado pelo Folha de Búzios.

“Eu fico até emocionado, a minha gente, o povo buziano é muito amoroso comigo. Aliás, sempre foi. Eles mandam fotos, vídeos, sugestões, críticas. É o povo quem faz o jornal. Acho que o maior motivo de sucesso do jornal é que ele é feito pelo povo e para o povo. E nós somos completamente independentes. Nossos apoiadores não são políticos, são empresários da cidade que acreditam em nosso trabalho e sabem da importância de termos uma imprensa livre em uma cidade como Búzios”.

O dono do jornal mais popular do balneário tem hoje 44 anos, é pai do João Karolla Nunes, de 10 anos. É o caçula de 8 irmãos. Ele é filho do ex-Pescador e administrador da construção do Iate Clube Clube de Armação dos Búzios, João de Karolla e da Dona Júlia. É um buziano nativo e apaixonado pela vida. E por esses e outros motivos foi que diversos apoiadores do Jornal se mantiveram firmes na parceria.

Parceiros como a Multicell Celulares, que desde o primeiro passo do jornal é apoiador.

“A parceria MultiCell, Folha de Búzios soma-se muito a nossa marca, a visibilidade do jornal Folha de Búzios traz a cada mídia vinculada um sussesso ao nosso negócio. Não é de hoje que estamos juntos, crescemos juntos. 7anos Folha de Búzios x 10 MultiCell, confiando que a propaganda é a alma do negócio. Que nossa parceria se prolongue. O sussesso de um jornal respectivamente é sucesso dos seus anunciantes”, destacou o empresário Victor Gil.

A Empresa Engeluz Home Center, na pessoa do Anderson Santos e o Supermercado Maria Joaquina da família Guimarães, são apoiadores de longa data. E, através desses apoiadores, da credibilidade que o Jornal Folha de Búzios foi conquistando junto a população é que outros patrocinadores perceberam que valeria a pena dar apoio. Daí em diante o jornal ganhou apoio do Restaurante Porto dos Pescadores, Búzios Bar, do Recanto do Sol em João Fernandes e do Live Búzios.

Outra virtude do jornal, é sempre valorizar “a prata da casa”. Por isso é que parceiros como Pedro Bom Pastor, da Feira Nordestina do bairro Rasa, começou a acreditar também no alcance do Folha de Búzios. A empresa REURBIS que é um dos parceiros recentes também tem sede no balneário. E por aí vai.

Recentemente o jornal ganhou mais um apoiador que é a Drogaria Max, uma rede já bastante conceituada no mercado farmacêutico do país. De acordo com Bebeto, tudo que for de benefício para a cidade, terá o apoio de seu jornal.

“Nós temos patrocinadores que são grandes empresas, os que são médios e, também temos apoio de pequenos negócios da cidade. Eu tento sempre fazer um acordo que seja bom para o jornal e para o apoiador. Meu jornal pode ser patrocinado pelo povo, pelo grande e pequeno empresário. Hoje eu recebo apoio também da lanchonete da Graça, no Cruzeiro, da Sky Pizzas, então eu não fico correndo atrás de tamanho de empresa, mas sim de quem confia no trabalho que eu e minha equipe desenvolvemos pela cidade”, disse Bebeto Karolla.

O presidente da TurisRio, Thomas Weber ressaltou a importância do jornal, não só pelos 7 anos, mas pela agilidade, modernidade, velocidade e inovação.

“A informação e os hábitos de leitores expectadores tem se alterado rapidamente. O Folha soube reconhecer a atualidade e cumpre uma importante função. Parabéns Bebeto e toda equipe”, relatou.

O empresário Anderson Santos, da Engeluz Home Center, se considera amigo de Bebeto Karolla. Mais que uma parceria comercial, existe um respeito entre amigos: Ao longo desses dois anos, essa parceria foi de extrema importância para o grupo Engeluz.

“Aumentou nossa visibilidade dentro da cidade de Búzios e eu só tenho a agradecer. Não apenas pela parceria, mas pelo serviço de excelência que o jornal vem prestando para esse município. Hoje o mundo todo assiste ao Jornal Folha de Búzios. Um belo exemplo é que há 15 dias atrás eu pedi que fosse postado na página do jornal a vaga de emprego para ajudante de caminhão. E no dia da entrevista, mais de 250 pessoas compareceram para a seleção. Um alcance absurdo e excepcional”, relatou.

Entretanto não são apenas os apoiadores que reconhecem o bom trabalho prestado pelo Jornal Folha de Búzios que hoje já conta com 70 mil seguidores. Todo esse sucesso já rendeu ao Bebeto Karolla 8 premiações pelo trabalho, além de duas Moções de Congratulações e aplausos recebidas da Câmara Municipal de Armação dos Búzios. E o número de seguidores se torna ainda mais impressionante quando se depara com o último censo do IBGE que aponta que a cidade de Búzios possui 33 mil habitantes, ou seja, o Folha de Búzios é seguido por duas Búzios. Hoje o jornal é acompanhado por 58 países. Entre eles, naturalmente, os Argentinos, Chilenos, Venezuelanos e tantos outros da América Latina. Entretanto já recebe mensagens de Londres, Bélgica, Portugal, Espanha e muitos outros da Europa.

“Este sucesso se deve, principalmente, ao apoio maior que é do público, que contribui, curte e compartilha tudo que o Jornal Folha de Búzios produz”, finalizou Bebeto.

Por Paula Pereira

%d blogueiros gostam disto: