Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Cidade

A cadeira do prefeito de Armação dos Búzios volta a balançar e, dessa vez, parece que ele vai mesmo cair

Isso porque as contrarrazões do Ministério Público foram aceitas hoje considerando que o réu, André Granado, realmente recorreu tardiamente da decisão. Nossa redação acaba de entrar em contato com a advogada Letícia Nogueira que afirma que dificilmente o já quase ex-prefeito de Búzios sairá dessa.

De acordo com a decisão, o recurso interposto pela defesa de Granado foi considerado mesmo fora do prazo.

“É o seguinte: teve a sentença condenando-o. Ele podia apresentar recurso de apelação em relação a essa sentença para poder modifica-la, mas esse recurso somente foi apresentado depois que o período terminou”, disse Letícia.

Na sentença em questão o réu ficou condenado a perda dos direitos políticos por cinco anos, multa de 50 vezes o valor do último salário de prefeito de Armação dos Búzios e a perda da função pública exercida na presente data, que é de chefe do executivo de Búzios. O documento ao qual a nossa redação teve acesso trata de uma decisão não conhecendo o recurso de apelação, ou seja, não é o processo em si, mas uma “resposta” às contrarrazões do MP sobre o recurso interposto fora de prazo.

De acordo com a advogada Letícia Nogueira, André Granado ainda pode agravar da decisão, mas se a defesa dele realmente recorreu fora do período exigido, será muito difícil mesmo ele mudar essa decisão. Nossa redação tentou contato com a assessoria da prefeitura, mas até a presente publicação não obtivemos resposta.

*Por Paula Pereira

Foto Carlos Tavares/ Folha de Búzios/ arquivo

%d blogueiros gostam disto: