Folha de Búzios

Jornalismo como deve ser

Opinião

Como pessoas que apresentam ao menos algum grau de formação, podem achar que a violência existe, e aumenta, em razão de: “falta de recursos, inoperância da polícia, leis brandas (kkkkk), impunidade etc”??? Como ??

Tem certeza que a violência é um fim em si mesmo??

Pense antes de responder.

Você acha, de verdade, que a violência é causa e não efeito??

Você já teve febre???

E você acha que a febre existe por que existe??

Nada causou a sua febre???

Não há qualquer outro mal, esse sim, precisando de tratamento, que tenha causado a sua febre??

A violência não é um sintoma social??

Por que os jovens brasileiros, sobretudo de favelas e periferias estão se jogando de cabeça no tráfico e os jovens suíços se interessam por cursos de história da arte???

Ahhhh, temos que ter leis mais duras, mais polícia nas ruas, mais repressão e encarceramento???

Bom, muito bom !!

Eu estudei Direito Penal, no que tange aos delitos de tráfico, sob a égide da Lei 6.368/76.

Muitos anos depois, veio a lei 11.343/06, elevou as penas em abstrato de todos os delitos, trouxe condições infinitamente mais gravosas, e alguém assistiu a um único índice de tráfico cair???

Alguém já viu a criminalidade, ou qualquer outra mazela social, estancar-se numa “canetada” legal??

Se fosse assim, algum político já teria decretado o fim da miséria, e do analfabetismo, e seríamos lançados, por lei, ao primeiro mundo.

Isso é sério??

Você pensa assim?

Quando a jovem atriz Daniela Peres foi brutalmente assasinada, por força e imposição da mídia, promulgou-se uma lei severa, duríssima.

Os homicídios caíram no país???

Pare de pensar olhando para o seu umbigo.

Menos solipsismo.!!

Quando Darcy Ribeiro e Brizola diziam, que “se não investirmos, agora, em escolas, em horário integral, com atividades e valorização dos jovens negros e pobres, teremos que construir muitos presídios em 30 anos”, pois bem, chegou o tempo dos 30 anos.

Façamos o seguinte:

Vamos armar, aparelhar e encher a polícia de efetivo.

Mas passa mesmo pela sua cabeça, “papo de amigo”, que a capacidade do estado de armar, treinar, prender e matar, pode ser maior que a capacidade de geração de novos criminosos numa sociedade abandonada, com mais de 205 milhões de habitantes????

Você tem certeza disso???

A polícia é sim, fundamental, mas não é solução para NADA.

É disso que falo!!!!

Falo de solução, enquanto o máximo que a polícia pode fazer, ainda que bem treinada e aparelhada, é “enxugar gelo”, pois a complexidade do problema é muito diferente.

Por que seu filho está se preparando para ir ao shopping gastar uma graninha? Por que minha filha está estudando em San Diego – CA, e por que ambos não estão traficando no Ararará??

Por que tantos jovens estão no tráfico???

Será que é por que a polícia não reprime?

Será que é por que as leis são frágeis??

Aliás, por que existe tráfico??

Temos, então, que prender mais??

Considerando que o estado do Rio de Janeiro tem mais de 1000 favelas, que tal prendermos uns 500.000 indivíduos só neste estado??

Já temos mais de 700.000 presos no país, mas, afinal, se prendermos uns 3 milhões, talvez resolva né??

O que são 3 milhões, numa população de 205 milhões??

Ademais, prenderíamos só “bandido”, “cidadão de bem” não seria preso né??

Usaríamos a nossa régua moral e tudo certo !!

Poderíamos até cercar as favelas, tipo campo de concentração, e isolar a violência, afinal, só quem nos ameaça são os favelados mesmo, né??

Sua visão simplista, tendente a achar que uma guerra entre estado e “favelado” vai acabar ou diminuir com os índices de violência, significa tratar uma questão grave e complexa com um minimalismo inaceitável.

O problema está assim, porque historicamente, muitos pensam como você, o poder público lida com o problema igual a você.

Adiantou muito né ???

*James Walker Júnior, advogado criminalista, professor universitário, presidente da ANACRIM – Associação Nacional da Advocacia Criminal, autor de obras jurídicas, Doutorando em Ciências Jurídicas pela UAL – Universidade Autônoma de Lisboa.

 

%d blogueiros gostam disto: